Dia Nacional do Livro

Reações: 
11 comentários
Eu adoro ler e por isso como hoje é Dia do Nacional do Livro decidi postar fotos com alguns dos meus preferidos.


Em breve vou presentear meus amigos leitores e seguidores com um sorteio de livro muito bacana! Aguardem...

Dicionário do João

Reações: 
6 comentários











Chuva: Acontece quando Deus faz milagre.

Família: Pessoas unidas que se amam e sentem bem juntinhas.

Professor:  Pessoa que ensina a gente aprender.


Mãe: A melhor mulher que Deus achou pra cuidar e ensinar a gente.

Beijo: Quando a boca estala pra dizer te amo.

Abraço: Quando os braços parecem que vão enroscar e tudo fica macio.
Amém é um tipo de tchau Deus e obrigado por tudo.

Amigos: Os parentes que a gente escolhe.


O gato mágico.

Reações: 
6 comentários
Eu brincando no PhotoScape

No circo do "Era uma vez" havia um gato mágico e seu assistente era um rato. A dupla era o grande sucesso do circo.

Um dia o gato colocou uma bolinha debaixo de um copinho e juntou a eles mais dois copinhos vazios, embaralhou os três e pediu ao seu assistente, o rato, que descobrisse onde estava a bolinha.

O rato tentou os três copinhos e não encontrou a bolinha. Tanto o público quanto o assistente sabia que a bolinha estava ali. 

Qual foi a surpresa quando o rato levantou sua cartola da cabeça?

A bolinha estava lá.
Todos aplaudiram muito. 

Isso sim é um gato mágico!

Papai Noel Existe! Eu sabia!

Reações: 
4 comentários
Papéis de parede especiais de natal


Papai Noel e as renas voadoras existem, e ele sabe blogar! Olhem só que lindo comentário recebi dele!  

HO!HO!HO! Olá menino João! Agora que ganhei um computador dos meus duendes fica mais fácil e rápido responder as cartinhas, apesar do trabalhão que temos nesta época. HO!HO!HO! Acabei de conversar com a Julieta (a rena mais antiga, que já trabalha comigo há 100 anos) e perguntei para ela se não poderiam aparecer para todas as crianças na noite do natal. O que acontece, pequeno João é que temos que viajar muito rápido, na velocidade da luz, para conseguirmos entregar brinquedos para crianças do mundo inteiro (e são milhares e milhares).Daí ...HO!HO!HO!...A Mamãe Noel acaba de me trazer rosquinhas de leite...adoro...HO!HO!HO! Não se esqueça de deixar rosquinhas para mim na noite do natal viu? Voltando ao assunto das renas. Se elas aparecerem nós voamos mais devagar e com isto não conseguimos entregar todos os brinquedos. Eu aposto que você não quer ver crianças sem brinquedos no natal, quer? Mas, pode ter certeza, meu amiguinho, que estarei voando pelo céu com a Julieta, com as renas, com meus duendes distribuindo muita alegria. Agora vou para a fábrica de brinquedos porque o Linoninobino (meu duende chefe) está colocando uma saia vermelha em um soldadinho...HO!HO!HO!...ele às vezes faz uma confusão...também já tem 1567 anos! João, sempre que quiser falar comigo deixa recado com a turma dos SOMOS NOÉIS, que são meus ajudantes! Além do mais, eles são mais novos que meus duendes e não fazem muitas trapalhadas...só algumas! HO!HO!HO! Ass: Papai Noel. 



Depois confessei ao Papai Noel que na noite de Natal dormia no quarto da Mamãe, porque tenho medo que uma rena, sabendo que eu gosto muito delas me levasse ao Polo Norte e o Papai Noel parou mais um pouquinho seus trabalhos e me mandou outro recadinho, vejam:


HO!HO!HO! Olá João! Minha noite foi muito divertida, pois o meu cachorrinho, o Tremelique resolveu brincar de esconde-esconde com a Julieta e adivinha onde ela se escondeu? HO!HO!HO! nos galhos da árvore de sinos. O Tremelique só a encontrou porque todos os sinos começaram a tocar! HO!HO!HO! Depois desta farra, ficamos com fome e a Mamãe Noel fez lanchinhos e rosquinhas para todos. Nos reunimos na mesa, cantamos, rimos. A Julieta ficou emburrada porque os sinos a entregaram, mas o Tremelique ficou feliz e não parava de abanar o rabo e pedir rosquinhas! HO!HO!HO! Depois, fomos todos para a Fábrica, afinal ainda temos que montar muitos brinquedos! Meu amiguinho, muitas crianças e a maioria dos adultos não acredita que eu existo, mas eu não me importo porque se uma criança como você acreditarei sempre existirei, pois estarei em seu coração. Eu acho que estas crianças pensam que todos os brinquedos são feitos pelos homens, mas nem imaginam que de noite, quando os homens dormem, os duendes deixam milhares e milhares de brinquedos nas fábricas. Mas João, a quantidade de crianças está aumentando muito e a cada ano, está mais difícil conseguir fazer brinquedos para todos. Então, eu conto com as crianças de bom coração para me ajudarem doando um brinquedo que não usa mais para outras crianças .E assim, todos ficarão felizes como o Tremelique ficou! Agora vou tirar uma soneca, pois depois da noite do esconde-esconde, fiquei um pouco cansado! Não tenha medo que nenhuma rena irá tirar você de casa, pois todas sabem que o melhor lugar que existe no mundo é a casa da gente. Pode dormir tranquilo no seu quarto. Não farei nenhum barulho e se a Julieta espirrar eu direi bem baixinho: Psiuuuuu! deixa o João sonhar! HO!HO!HO! 
Papai Noel


Papai Noel existe para quem acredita, e eu acho meu Natal mais bonito com todos os meus sonhos de renas, Polo Norte e duendes, não preciso ver para acreditar, eu sinto no meu coração!

  

Se você pode ajudar fazer o Natal de uma criança mais feliz entre em contato com os com os ajudantes do Papai Noel no link abaixo:


http://somosnoeis.blogspot.com/

A lenda do Quero-quero.

Reações: 
9 comentários
Foto minha tirada na chácara do papai: ninho e filhote de Quero-quero.
Recontando do meu jeitinho a lenda do Quero-quero:

Era uma vez um pássaro que só sabia gritar:
—Quero!
—Quero!
Mas nada dava certo para ele, tudo o que ele queria não acontecia.
Ele começou chorar, mas mesmo chorando gritava:
—Quero!
—Quero!
Uma coruja do alto de uma árvore ouviu a choradeira do pássaro, e desceu para falar com ele:
 — Quer parar de chorar e ser feliz? 
—Quero!
—Quer ajuda?
—Quero!
—Quer um amigo?
—Quero!
Dona coruja com sabedoria disse:
—Amigo, não basta querer as coisas, você tem que querer duas vezes! Para tudo dar certo temos que querer duas vezes. Se quer ser amado tenho que querer amar, se quer carinho tenho que querer  dar carinho, se quer ter saúde tenho que querer cuidar do meu corpo. Enfim tenho que querer coisas boas para mim e para os outros que convivem comigo.
O pássaro parou de chorar pela primeira vez e respondeu:
— Ah, agora eu entendi o que é ser feliz! — E saiu gritando:
—Quero-quero! Quero-quero! Quero-quero!
E até hoje grita assim e dizem que seu canto serve para lembrar que devemos querer o bem para si e para os outros.

Negro gato.

Reações: 
11 comentários
 
Eu sou um negro gato de arrepiar...

Eu adoro dançar esta música!

O gato professor

Reações: 
5 comentários
Meu desenho - Releitura de Aldemir Martins


Um tigre morava em uma alta montanha e se sentia pesadão. 
Um dia, da entrada de sua gruta viu um gato pulando de galho em galho entre as árvores e então saiu de sua gruta e foi até o gato, fez uma voz de bom moço e disse:
—Gato, quer ser meu professor, me ensinar como saltar como um raio, pular tão alto entre os galhos?
O gato esperto sabia que se o ensinasse estaria correndo risco, se a fera ficasse ágil como ele poderia agarrá-lo e comê-lo.
Mas o tigre ao ver o olhar desconfiado do gato disse:
— Mestre, se me ensinar sua arte juro que sempre vou te proteger!
O gato acreditou no juramento e ensinou muitos truques de saltos leves para o tigre. A última aula seria salto de altura e o tigre não via a hora de abocanhar o professor apetitoso, porém, o esperto gato percebendo a gula do aluno disse a ele que já havia lhe ensinado tudo.
O tigre tentando distrair o gato disse:
— Olha que rato gordo aí atrás!
O gato se virou, mas percebendo o bote do tigre saltou no galho mais alto da árvore e o tigre ficou muito bravo gritando lá em baixo:
—Você disse que já tinha me ensinado tudo, seu mentiroso, não me ensinou este salto!
E o esperto professor respondeu:
—Você também jurou que sempre me defenderia!
O gato seguiu de galho em galho, vez em quando olhava para o tigre distante e debochava do aluno ingrato!

Reconto meu com base no conto folclórico chinês, também recontado pela Tatiana Belinky.
Capa do livro


Mister N, mágico por acaso.

Reações: 
14 comentários
Nandinho tinha seis anos e sonhava em ser mágico, vivia inventando suas mágicas e tudo o que via sobre mágicas adorava.

No seu aniversário pediu para sua mãe uma cartola e uma capa de mágico e teve muita sorte, pois sua mãe comprou seu presente numa lojinha de coisas usadas e a cartola escolhida era de um famoso mágico e ainda possuía uns encantos que o menino não sabia.

Um dia ele colocou seu coelho de pelúcia dentro da cartola e ficou impressionado ao ver sair de lá um coelho de verdade.

A partir daquele dia Nandinho ficou mais apaixonado ainda pelas mágicas, passou a estudar o assunto, ler bastante para aprender tudo sobre as mágicas.
Hoje o Nandinho cresceu, agora é Mister N. e faz muitas mágicas pelo mundo!

Um beijo e uma oração para esta semana linda!

Reações: 
12 comentários
Tribarte

Obrigado Senhor pela minha vida,
 pela minha saúde, pela minha família
 e por todos os meus amiguinhos.

Senhor Jesus ensina-me a ser uma criança cheia de fé e de amor,
 ensina-me a crescer nos teus caminhos,
concede Senhor a meus pais sabedoria,
 paz , trabalho e saúde.

Ajuda-me Senhor a ser uma criança obediente
 a todos aqueles que devo respeitar inclusive aos meus pais
e as pessoas mais velhas.

Obrigado Senhor, por todos os meus brinquedinhos,
 sejam eles pequenos ou grandes, pelo alimento de cada dia,
pela minha família, pela nossa saúde e pela nossa proteção.

Abençoa também meus professores
 e todos os meus amiguinhos de escola,
com sabedoria, fé e amor.

 Dá-me Senhor a benção de ser uma criança feliz e realizada.
Em nome de Jesus, meu único Senhor e Salvador.

Amém
Oração tirada da Internet



Frevo da Capivara-

Reações: 
10 comentários
Eu sou Pantaneiro, com muito orgulho, com muito amor!


Capivara insatisfeita com o espelho.

Reações: 
9 comentários
Meu desenho
Era uma vez uma capivara que vivia muito infeliz com sua aparência: se achava feia, cor de barro, cabeçuda e bumbum fofo! 
Ela queria muito ser alta como um tuiuiú, com as pernas finas que não suja na lama, toda branca e magra, e por isso vivia se lamentando, às vezes entrava na água e deixava só os olhos para fora, tudo para esconder sua fofura.
Um dia esta capivara estava na beira do rio desenhando com um graveto na areia, chegou uma amiga capivara, mas toda faceira e perguntou:
 — O que você está desenhando?
A triste capivara respondeu:
— Estou desenhando um tuiuiú, queria tanto ser assim, veja que pernas compridas!
A outra respondeu:

— Realmente o tuiuiú é muito bonito. Mas eu sou mais eu! — disse a capivara faceira e continuou:— Capivaras são amigas da natureza, só comem capim, nadam muito bem e as crianças ficam encantadas quando veem uma fila de capivaras subindo o rio! E tem mais não adianta ficar sonhando com coisas impossíveis, somos o que somos e devemos nos amar assim como somos para ser feliz!
A outra pensou um pouco e viu que a amiga estava certa. Nisto ia passando uma fila de capivara, as duas juntaram-se as outras e foram rebolando felizes pela margem do rio.



Dia especial!

Reações: 
10 comentários



Ontem foi um dia muito especial, passei o dia com meus amigos da escola numa colônia de férias comemorando o dia da criança, cheguei e fui logo ver meu Blog e adorei quando vi meu texto publicado no blog da Chica: Sementinhas para Crianças, foi um presente para mim! Adorei todos os comentários lá e as visitas aqui também!

Já estou preparando outro texto porque a Chica me deu um gás!

Outra coisa: Agora eu tenho meu selinho para os amigos que eu aprovo o  blog e estou oferecendo a quem eu sigo e sempre visito, porque eu só sigo e comento blogs que são dez!
Quem quiser é só linkar na lateral do meu blog e deixar um comentário nesta postagem pra eu dar uma olhadinha. E se eu ainda não te visitei, deixe aqui o endereço do seu blog que eu passo por lá.
link na lateral do blog


Anjos: Cuidando da sua nuvem.

Reações: 
15 comentários
Lá no céu existem milhares de anjinhos  que adoram nuvens, cada um tem a sua nuvenzinha de descanso e cada um deve cuidar da sua.
Um dia um anjinho encontrou uma nuvem sozinha, sem nenhum anjo, bem arrumadinha, então decidiu descansar nela, mas aquela nuvem era do colega dele, que não gostou da ideia e reclamou:
-Você não cuida da sua nuvem e pega a dos outros que está arrumadinha?
O anjo folgado respondeu:
- Desculpe, vou sair, é que minha nuvem está toda amassada e suja, achei a sua tão confortável.
- Eu acordo cedo e cuido primeiro da minha nuvem, para depois passear!- respondeu o outro.
O anjo ficou envergonhado, foi para sua nuvem, deixou ela limpinha e fofinha, aí sim deitou tranquilo na sua própria nuvem.

Meu aumiguinho inesquecível!

Reações: 
9 comentários